Procurar por cirurgião na região

selecione o estado e a cidade para efetuar a busca:



Principais cidades:

São Paulo
Recife

Rio de Janeiro
Curitiba

Belo Horizonte
Goiânia

Porto Alegre
Brasilia


Cirurgia estética do abdome



cirurgia plastica - artigo
Procedimentos relacionados

cirurgia plastica - artigo
Cirurgia Estética do Abdome

O objetivo básico é de melhorar o aspecto do abdome devolvendo ao paciente seu contorno corporal por meio da remoção do excesso de pele e tecido gorduroso da parte inferior do abdome. De acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, a plástica do abdome, também conhecida como dermolipectomia abdominal ou abdominoplastia, trata a região do abdome, corrigindo a flacidez produzida pelo tempo ou pela gravidez. O resultado estético é considerado bastante positivo e corrige não só a sobra de pele como também a flacidez muscular, através de uma sutura que reaproxima a musculatura, como se fosse uma cinta interna e permanente.

Antes da cirurgia recomenda-se que não se tome ácido acetil salicílico, encontrado na Aspirinaâ e similares, pois altera o sangramento. Também estão vetados os remédios para emagrecer, pois alteram o efeito dos sedativos assim como se recomenda que se evitem os diuréticos uma vez que atuam na diminuição da pressão. Uma semana antes da operação aconselha-se não ingerir bebidas alcoólicas e redução do fumo.

O pós-operatório costuma ser indolor e, no dia seguinte à operação, o paciente deve levantar da cama, alternando períodos na posição deitada e sentada; durante os primeiros 21 dias recomenda-se andar com o tronco ligeiramente curvado para frente e a passos curtos. Nesse período deve-se evitar subir escadas muito longas; por 90 dias, deve-se usar cinta. O resultado final surge após 12 a 18 meses. O tempo de duração médio da cirurgia é de duas horas.

Outras Informações Sobre a Plástica de Abdome

Sendo uma cirurgia que retira determinada quantidade de pele e gordura, evidentemente haverá uma redução no peso corporal, que varia de acordo com o volume do abdome de cada paciente. Não são, entretanto, os "quilos" retirados que definirão o resultado estético, mas sim as proporções que o abdome mantenha com o restante do tronco e os membros. Paradoxalmente, os abdomes que apresentam melhores resultados estéticos são justamente aqueles em que se fazem as menores retiradas.

A cicatriz resultante localiza-se horizontalmente logo acima da implantação dos pelos pubianos, prolongando-se lateralmente em maior ou menor extensão, dependendo do volume do abdome a ser corrigido. Esta cicatriz é planejada para ficar escondida sob as roupas de banho. Outra cicatriz circunda o umbigo, o que poderá, dependendo do paciente, apresentar um aspecto 'artificial' que pode ser corrigido após alguns meses com uma nova intervenção com anestesia local.

Uma dúvida comum referente à cirurgia plástica de abdome diz respeito à possibilidade de uma nova gravidez. O médico ginecologista poderá informar sobre a conveniência ou não de uma nova gravidez. O resultado da operação poderá ser preservado, desde que na nova gestação seu peso seja controlado por especialistas. Aconselha-se, entretanto, que se tenha todos os filhos programados antes de se submeter a uma cirurgia abdominal.

Copyright © 2002 Bibliomed, Inc. 23 de Maio de 2002

Fonte: http://boasaude.uol.com.br/lib/ShowDoc.cfm?LibDocID=3956&ReturnCatID=1800#Cirurgia%20Estética%20do%20Abdome


* Os artigos assinados, bem como as informações veiculadas nas publicidades, não refletem necessariamente a opinião do site. Sendo assim, são de responsabilidade exclusiva de seus autores e/ou anunciantes.

Voltar